sexta-feira, 26 de março de 2010

Leva sempre contigo o meu amor

Se um dia pensar que está sozinha, sem caminhos
Lembra que vou estar contigo em cada passo
E esses passos não vão estar sozinhos
De mim vai ter sempre um pedaço
Se estiver frio, escuro e sem abrigo
Ainda sim vais sentir o calor do meu abraço
Meus olhos nos teus, minha mão na tua mão, o amante um amigo
Quando sorrir lembra sempre que vou estar do seu lado
E se chorar que seja pouco e o pouco fique logo de lado
Escuta sempre, mesmo sem me ver escuta o que digo...

Por onde você for
Leva sempre contigo o meu amor
Cultiva a esperança
Leva sempre a minha lembrança
Porque o Amor nunca acaba
Ele apenas se guarda pra um novo despertar

Mais se mesmo assim pensar que está sozinha
Fecha teus olhos minha menina
E lembra que o amor sempre quer recomeçar
Promete não desistir de mim, eu prometo ir até o fim e não te magoar
Se permita ser feliz, que eu um eterno aprendiz, juro me esforçar
Guarda contigo nosso sonho e desejo, joga fora esse medo, vou te conquistar
Se tenho que esperar não ligo, escuta o que eu digo...
Aqui no meu peito é o teu lugar.

Por onde você for
Leva sempre contigo o meu amor
Cultiva a esperança
Leva sempre a minha lembrança
Porque o Amor nunca acaba
Ele apenas se guarda pra um novo despertar

Autor: Eriberto Junior (Beto)

OBS:Noite de insonia, febre, dor no corpo e uma vontade enorme de estar ao lado de quem nos faz bem, resultaram nesse humilde poema(se é que pode ser considerado como tal) mas como o Blog é meu, eu me permito essa audácia.

5 comentários:

TâmiaLacerda disse...

Pessoa que sabe usar as palavras é outro nível ... QUanta inspiração! Ficou lindo.

Luana Leão disse...

Ai Beto, que lindo. Adorei a nova cara do blog, mais ainda o poema.
:)
De fato, herdastes o dom do teu pai.
E olha, vai longe assim!
Beijooo

Ellen disse...

Beto que coisa mais linda as tuas palavras... tava relendo agorinha mesmo... tu é um lindo mesmo... saudade

Erica Cinara Santos disse...

Mano, esse poema me arrancou lágrimas! E, o mais lindo é perceber com toda clareza o AMOR que finalmente encontrastes. Esse amor real, leve, verdadeiro. Pôxa, Betinha pra sempre na família Pereiraaaa! Que legal!!!! Que essa leveza desse amor acompanhe vocês eternamente! Te amo, maninho!

Beto disse...

Obrigado Mana, também te amo muito!!!!!! Mas essas palavras são apenas um singelo desvaneio, nem vou eleva-lo a categoria de poema.

Compartilhar